Quem Somos

Na verdade o termo correto a ser empregado aqui seria quem sou, pois a criação deste site foi uma iniciativa pessoal que tem por objetivo divulgar os ensinamentos puramente espíritas, uma vez que, hoje encontramos diversos ensinamentos espiritualistas que em nada se parecem com a doutrina apresentada por Kardec, por este motivo, os palestrantes aqui apresentados foram escolhido de acordo com os ensinamentos puramente espíritas, não desmerecendo as outras correntes filosóficas e/ou religiosas,

Quanto a mim, meu nome é Washington Pêpe, 48 anos, advogado, fui pastor evangélico por alguns anos e em mais de 35 anos participei de várias igrejas, dentre as quais a Universal, Igreja da Graça e Renascer em Cristo, e um dia insatisfeito com as respostas dadas pelos ensinamentos evangélicos-pentecostais, resolvi estudar um pouco aquela doutrina que sempre reprovei e rebati por muitos anos, o Espiritismo, e para minha surpresa uma nova e surpreendente revelação se fez diante de meus olhos, tudo aquilo que antes era incompreensível, que era chamado por mim de “Mistérios de Deus” passou a ser visto por um novo prisma, inteligente e lógico, a vida e a morte passaram a ter um novo significado, passei a entender aquilo que lá no meu íntimo achava ser uma injustiça da parte de Deus, embora não tivesse coragem de revelar a ninguém, eu não entendia porque muitos nasciam felizes em uma família equilibrada emocional e financeiramente, nasciam belos e perfeitos enquanto outros vinham ao mundo em famílias desequilibradas, miseráveis e portadores de deficiências físicas e/ou morais terríveis, a resposta para mim era sempre a mesma: “Deus sabe o que faz” ou “Mistérios de Deus”, a doutrina espírita me fez entender a causa do sofrimento humano, a Justiça de Deus e os ensinamentos de Jesus Cristo quando afirmou em Mateus 16:27: “Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então retribuirá a cada um segundo as suas obras”, não há mistérios, Paulo também afirma categoricamente: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7).

Sei que muitos amigos e conhecidos não entendem esta mudança e os compreendo perfeitamente, muitos dizem que o diabo me enganou, outros dizem que estou endemoniado, mas a minha vida e a minha família são a prova do que Deus vem fazendo na nossa vida, sei também da incoerência de muitos que pelo fato de minha vida não ter desmoronado após “sair” da igreja, eles dizem: “Satanás se transforma em anjo de luz”, por outro lado, se minha vida tivesse arruinada, eles diriam: “Está vendo? Foi deixar Jesus”, mas a verdade é uma só, e foi o Mestre que disse: “Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore”. Mateus 12:33.

Resumindo: Quando alguém me pergunta o que me levou a deixar de ser evangélico-protestante para tornar-me evangélico-espírita, eu respondo: Eu estudei, eu deixei de pensar com a cabeça dos meus chamados líderes espirituais, eu deixei o preconceito e a discriminação de lado e descobri que não existe a chamada religião certa ou errada, descobri que Deus pode se revelar ao homem em qualquer lugar, desde que ele o busque com sinceridade, descobri que as religiões em geral são institutos humanos, todas elas, o budismo, o protestantismo, o catolicismo, o judaísmo, o espiritismo e muitos outros “ismos”, todos são frutos de criações humanas e estão sujeitos à falhas, em sua grande maioria são frutos de divisões e discórdias e Deus não faz parte de nenhuma delas, pois o importante para Deus são os seus filhos, os homens e seus corações atribulados clamando por crescimento e melhora.